quinta-feira, 25 de abril de 2013

Ganhe Mais - Círculo


Tirei este Post do site da círculo

Tem muito mais lá
confira aqui





FORMAÇÃO DE PREÇO: DICAS PARA INICIANTES!



 Trabalho pronto e agora a grande dúvida: quanto devo cobrar pelo meu trabalho?
supergestao_precoImagem: Planecon
Essa é uma dica super legal principalmente para as artesãs iniciantes que se sentem inseguras na hora de calcular o preço de suas peças e geralmente acabam subvalorizando seus trabalhos.
Vamos fazer de conta que você fez um tapete em crochê e gastou R$30,00 com o material utilizado. Multiplique estes R$30,00 por 3, ou seja, o preço do seu tapete será de R$90,00.
Por que multiplicar por 3?
Por que R$30,00 você já gastou para comprar o material. R$30,00 você vai utilizar para comprar mais material e os R$30,00 restantes são o seu lucro, a sua recompensa. Menos que isso não é aconselhável cobrarLembre que seu trabalho manual foi feito pontinho por pontinho e por mais rápido que possamos trabalhar, não somos máquinas.
Trabalhos mais sofisticados, que levam bordados, acessórios, pontos elaborados, etc., podem ser multiplicados por 4 ou por 5. Também vale pesquisar nos sites especializados em trabalhos manuais, na sua região e com suas amigas os preços praticados.
Uma última dica muito importante: acerte o final no começo! Eu explico: antes de começar a confeccionar uma peça sob encomenda, acerte com sua cliente o preço final e cobre de 30 a 50% do valor adiantado, isso evita arrependimentos na metade da execução da peça por parte da cliente e você não leva calote!
É isso, espero ter ajudado!!
Beijokas da Iza :***

2 comentários:

  1. Adorei a dica, super útil para quem está começando.

    Bjs...Nini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho! Só que existem peças que fica difícil fazer assim. Principalmente as miúdas, como os chaveiros de feltro.
      Abraços

      Excluir

Obrigada por visitar o blog! Agradecemos se deixar um recadinho para nós. Abraços, Carmem & Aline

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A felicidade...

A felicidade...